Voluntariado

Você adoraria mudar o mundo começando por si mesma? 

Todo o trabalho desenvolvido pela ADEC conta com a colaboração de um corpo de voluntárias formado por profissionais e estudantes de diversas áreas, que recebem da associação o incentivo e a habilitação para atuação nas unidades existentes.

Nosso diferencial é buscar o crescimento da beneficiada e da beneficiadora. Com a formação integral (profissional, humana, cultural e cidadã) das voluntárias e das beneficiadas, permite-se que cada uma seja agente multiplicador de atitudes e valores dentro do seu próprio ambiente.

Conheça nossos Projetos Sociais:

feriassolidarias-75

Férias Solidárias:

Durante o período de férias escolares, em janeiro e julho, estudantes do ensino médio e universitárias, entre 16 e 25 anos, desenvolvem atividades educativas, lúdicas e profissionais em comunidades de baixa renda de cidades do interior do Estado do Rio de Janeiro.

Local: a definir

Dia e Horário: uma semana de Janeiro e Julho (a definir)

Pré-requisito: estar no ensino médio ou universitário

Projeto Jurujuba:

Com aulas de balé, expressão corporal, matemática criativa e atividades educativas e lúdicas, o projeto possibilita que crianças e adolescentes reforcem o conhecimento adquirido no ensino formal e aumentem sua autoestima. Para o próximo ano, queremos levar aula de tecnologia e matemática 

Local: Comunidade Jurujuba – Niterói

Dia e horário: Sábado, das 9h30 às 11h30

projeto-jurjuba
img_20180825_111548870_burst000_cover

Projeto Jurujuba:

Com aulas de balé e atividades educativas e lúdicas, o projeto possibilita que crianças e adolescentes reforcem o conhecimento adquirido no ensino formal e aumentem sua autoestima. Para o próximo ano, queremos levar aula de tecnologia e matemática 

Local: Comunidade Jurujuba – Niterói

Dia e horário: Sábado, das 9h30 às 11h30

Antes e depois de aluna do Projeto Bossa Feminina

Bossa Feminina:

O Projeto Social Bossa Feminina oferece oficinas que colaboram para a inserção de mulheres de baixa renda no mercado de trabalho.

E no final, as alunas recebem um look completo para que possam usar ao entregar os currículos e nas primeiras entrevistas de emprego.

Local: Centro Cultural Itaporã – Tijuca

Dia e horário: Qinta feira das 14h às 17h (dias marcados previamente)

Projeto Ponte Pré-vestibular social:

Projeto Ponte é um pré-vestibular social gratuito e online visando ajudar jovens mulheres do Rio de Janeiro a ingressar na tão sonhada universidade. Por isso, o nome Ponte, uma ponte entre as alunas e o seu futuro. 

Local: Online pela plataforma Meet

Dia e Horário: As aulas são diárias, de segunda a sexta, das 18h30 às 21h00, mas cada matéria tem o seu dia e horário. 

Pré vestibular social
Voluntárias do projeto social

Projeto Livro ao Vivo:

Jovens estudantes realizam visitas semanais às crianças internadas e suas famílias no Hospital dos Servidores lendo histórias infantis.

Local: R. Sacadura Cabral, 178 – Saúde

Dia e Horário: Sábados de 9h30 às 12h00

Projeto Mais Conectadas

Projeto Mais Conectadas:

Através do projeto, estamos capacitando meninas de escolas públicas em habilidades digitais e despertando seu interesse por áreas tecnológicas, oferecendo-lhes novas perspectivas de carreira e oportunidades de crescimento.

Local: Colégio Estadual Vicente Jannuzzi – Barra da Tijuca

Dia e Horário: Quintas-feiras de 13h às 15h (1º semestre) e 10h às 12h (2º semestre)

Se você quiser ser nossa voluntária, preencha o formulário abaixo e entraremos em contato


    Ensino médio em cursoEnsino médio completo3º grau em curso3º grau completoMBA / Pós Graduada / Mestrado / Doutorado

    A metodologia utilizada pela ADEC se apoia no conceito de formação para a liderança

    A formação não deve ser apenas teórica, mas também prática, porque, desde cedo, a mulher aprende a superar barreiras, conhecer os próprios limites e lançar-se a empreendimentos audazes. Neste sentido, a ADEC trabalha apoiada em três pilares que envolvem teoria e prática aplicada: “Ser para Fazer”, “Fazer para Transformar” e “Aprender para Ensinar”.

    Ser para fazer

    Não basta fazer, é preciso ser. Não basta que as jovens se tornem boas profissionais, é necessário que influenciem positivamente a sociedade à sua volta.

    Ainda que haja pessoas que já nasçam com características próprias de um líder, é necessário potencializá-las, alicerçando o seu caráter em valores que visem a ética e o bem social.

    Fazer para transformar

    Nossas atitudes fazem toda a diferença não só em nossas vidas, mas também nas das pessoas ao nosso redor. Os líderes devem então aprender a fazer escolhas e agir com responsabilidade e altruísmo, para que possam contribuir para a melhoria do mundo.

    Envolvendo as jovens em atividades sociais, procuramos despertá-las para questões sociais e aproximá-las de pessoas em situações menos favorecidas.

    Aprender para ensinar

    O aprendizado de um profissional nunca termina e requer uma base de conhecimento multidisciplinar. Atualmente se espera dos profissionais, além do preparo técnico, flexibilidade, capacidade de tomar decisões e assumir responsabilidades em situações adversas.

    A ADEC oferece atividades de desenvolvimento profissional e auxilia no desenvolvimento do hábito de estudo.

    • “Ser voluntária do projeto Jurujuba é, a cada semana, entregar um pouquinho mais de mim mesma para a boa educação daquelas meninas, sabendo que há uma lacuna preenchida pelo projeto na vida de todas as alunas, individualmente. Ser voluntária é tomar o projeto como próprio, em que a responsabilidade pelo desenvolvimento pessoal das meninas que participam depende totalmente de você. É tomar as alunas inteiramente para si, se preocupando com a vida escolar, familiar, social e com a saúde de cada uma delas”

      Laís Professora voluntária de ballet do Projeto Jurujuba e estudante de medicina da UFF
    • “Eu amo ser voluntária da ADEC. O mais incrível é que além de estarmos através do nosso voluntariado proporcionando um pouco de felicidade aos outros, nós também somos beneficiadas pela formação da ADEC. Eu consigo ver o quanto eu já cresci como pessoa nesse tempo que estou sendo voluntária no Projeto Livro ao Vivo.”

      Natália Faria Coordenadora do Projeto Livro ao Vivo e estudante de Direito
    • "É muito gratificante ter contato com as pequenas bailarinas do Projeto Jurujuba e poder passar um pouco do meu conhecimento da dança para elas. Acredito que através das aulas e com o amor e o carinho depositado podemos transformar a vida delas de alguma forma e é isso que me motiva estar lá todo sábado exercendo meu papel como voluntária."

      Maitê Professora voluntária de ballet do Projeto Jurujuba e estudante do Ensino Médio
    • Sou voluntária do Projeto Jurujuba e posso dizer que dar aula na oficina de literatura me faz perceber que, com o voluntariado, muitas vezes, a gente aprende mais do que ensina. Com o projeto eu aprendi a ser mais humana, a realmente ver a beleza no serviço ao outro sem esperar nada em troca e posso dizer que ganho muito, muito mesmo, com o carinho das meninas, com a vontade delas de aprenderem cada vez mais e saber que, de certa forma, elas depositam muita confiança em nós, voluntárias, e isso não tem preço! Ser voluntária me faz uma pessoa muito mais realizada e feliz!!

      Gabrielle Campos Estudante de Serviço Social
    • Em agosto de 2019, por um acaso da vida, eu ouvi falar do Projeto Jurujuba e uns 2 meses depois eu tive a oportunidade de conhecer e me apaixonar. O projeto surgiu na minha vida como um presente, e eu não imaginava que poderia ser tão gratificante participar de algo assim. Por meio do projeto eu pude conhecer outas realidades e ter experiências incríveis, além de aprender coisas novas com as diferentes pessoas com quem convivemos e evoluí muito como pessoa também.

      Viviane Andrade Estudante de arquitetura

    Voluntariado Corporativo

    O voluntariado corporativo é um ótimo jeito de engajar e motivar os funcionários. Apoiar uma instituição sem fins lucrativos e seus projetos demonstra que a empresa é socialmente responsável, trazendo fortalecimento da cultura corporativa e melhora do clima organizacional. 

    Estudo realizado pelo Bank of America Merrill Lynch (BofA) e pela consultoria Santo Caos entrevistou 828 trabalhadores de 80 companhias brasileiras e concluíram que colaboradores que participam de ações de voluntariado promovido pela empresa têm índice de engajamento 16% maior do que os que não participam.

    Entre em contato através do botão abaixo para combinar uma ação esporádica, um evento, um dia em um dos nossos projetos ou campanhas de arrecadação. 

    Juntar toda a equipe na mesma causa faz a diferença.